POESIA. EDUARDA DE ANDRADE MENDES

Amigos

sábado, 27 de outubro de 2012

Jejum de ópio


                                                      photo by: Alexander Kharlamov


a leste ou a sul...
pouco importa o momento,
onde a bombordo encontro o pé da morte
e no convés o pensamento...
tédio maldito...
jejum de ópio...
nesta viajem a falar de mim,
com nervos ébrios e cotovelos rotos
no alçapão da condição.
e das confusas sensações
apenas o sossego eu quero...
sem comédias ou equilibristas da vida.

eduarda

1 comentário: